Catraca Livre expõe suposta identidade do editor do JornaLivre, ligado ao MBL

0

Site publica notícias distorcidas e alinhadas com o movimento. Em comentário no post de Facebook, Roger Roberto Dias André disse que o fundador do Catraca Livre, Gilberto Diemnstein, deixasse de ser “patético”.

Por Rafael Bruza

O jornalista Gilberto Diemenstein e o empresário Roger Roberto Dias de André / Foto – Reprodução

Após três semanas de investigação, o jornalista Gilberto Diemnstein, fundador do Catraca Livre, concluiu que o empresário, Roger Roberto, é editor responsável pelo Jornal Livre, que tem vínculos com o MBL e é conhecido pelo ativismo político favorável à estratégia do movimento. A divulgação da informação foi feita em um post do Facebook nesta terça-feira (04) e em uma matéria do Catraca Livre.

“Esse é o rosto por trás do site-fantasma que lança mentiras contra jornalistas, políticos e artistas. Nome fantasia: Roger Scar. Nome de verdade: Roger Roberto Dias André. Sua função: militante do DEM e editor do JornaLivre, associado ao MBL e defensor da candidatura presidencial de João Dória. O político que mais aparece de forma positiva em suas páginas: Fernando Holiday, também do DEM e líder do MBL”, diz o post do Catraca Livre, que afirma ter cumprido a missão de identificar o autor do site.

A publicação do Catraca Livre afirma que o site do JornaLivre espalha notícias falsas na Internet sobre figuras públicas.

“A pessoa mais atacada em suas páginas: o jornalista Gilberto Dimenstein, fundador do Catraca Livre que, além de ajudar a revelar o Caixa 2 de Fernando Holiday, expôs as mentiras do site-fantasma. Alguns exemplos: Delfim Netto seria comunista; Otavio Frias Filho, dono da Folha, ligado ao PT; André Petry, diretor de redação da Veja, de extrema-esquerda. Ou Marisa Letícia ter uma aposentadoria do “Congresso Nacional” de R$ 68 mil”, afirma o post.

O Catraca Livre também informou que a Polícia já abriu inquérito para averiguar eventuais calúnias e difamações supostamente cometidas pelo site.

Roger Roberto Dias André é de Joinville (SC) e em sua apresentação no Facebook informa que é fundador e proprietário “da empresa Modo Espartano“, além de ser presidente e fundador da “empresa Sociedade de Estudo e Desenvolvimento Social“. Ambas divulgam links do JornaLivre nos posts do Facebook.

Até dezembro do ano passado, ele era diretor de formação política da juventude catarinense do DEM, segundo o Catraca Livre.

Em um comentário no próprio post do Catraca Livre que recebeu centenas de curtidas, o empresário Roger Roberto Dias André negou ser responsável pelo JornaLivre e ironizou a acusação.

“Meu nome era tão sigiloso que eu só escrevia em seis sites sobre política + meu próprio perfil utilizando ele. Deixa de ser patético, Dimenstein.  Ademais, nunca disse que Marisa recebia aposentadoria de 68 mil. Quem disse isso foi o marido dela, o Lula, e ele falou em 20 mil”, afirma o empresário no comentário.

Em outros comentários, o empresário afirma que não assinava os posts do JornaLivre porque muitos textos não eram de sua autoria.

“Os meus eu assinava”, diz o empresário, que afirma ser responsável pelo site Guerra Política e nega ser associado ao Movimento Brasil Livre.

“Nunca fui (membro do MBL). Tenho em meu site, o www.guerrapolitica.me, alguns textos criticando o movimento e o próprio Holiday. Não sou inimigo deles, mas nunca fui membro do grupo”, afirma Roger.

Roger também afirma que pretende acionar a Justiça.

“Já estou em contato com os advogados. Ele (Diemenstein) vai ter que esclarecer algumas coisinhas para a Justiça”, afirma.

Em outro post, o suposto editor do JornaLivre responde outras acusações.

“Mais uma mentira de Dimenstein a meu respeito”, afirma Roger. “Além de ter dito que recebo dinheiro do gabinete de Fernando Holiday, com o qual nunca tive qualquer contato, agora ele diz que sou militante do DEM, o que também nunca fui. Estive envolvido com o DEM durante curtíssimo período, especificamente entre setembro e dezembro de 2015, e só participei de um único evento no partido. Logo no começo do ano passado, cortei qualquer vínculo com o partido e me filiei ao PSL, que inclusive faz oposição ao DEM e ao MBL”, afirma o empresário.

Na matéria sobre a identidade do editor do JornaLivre, o Catraca Livre disse que Roger esconde o passado de militância pelo DEM para não comprometer o vereador de Sâo Paulo e membro do Movimento Brasil Livre, Fernando Holiday (DEM).

“A razão dele esconder sua vinculação com o DEM é simples: evitar comprometer Fernando Holiday, acusado pelo Catraca Livre de ter vinculações com um site-fantasma, agora investigado pela Delegacia de Crimes Eletrônicos da Secretaria de Segurança de São Paulo”.

Investigação de Diemenstein

O jornalista Gilbero Diemenstein, que fundou o Catraca Livre, pretende saber quem é o responsável pelo site JornaLivre desde que foi acusado pelo site de ser dono de um bar na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, que recebe a o programa Ruas Abertas, criado pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT) aos sábados, domingos e feriados.

“Quando comecei a puxar o fio do site-fantasma, do qual eu fui vítima, vi a cara do monstro, uma complexa engrenagem clandestina de perfis falsos misturados com verdadeiros e sites impossíveis de serem rastreados. Mas quanto mais me xingavam pelas redes, mais eu me sentia motivado. Só que, agora, era diferente. Não era só o prazer da descoberta. Para mim, perder significaria a derrota do jornalismo e dos valores democráticos. Não consigo imaginar a democracia sem jornalismo confiável. É o meu roteiro existencial”, afirma Diemenstein em um post de sua página no Facebook.

O jornalista nega ser dono do bar e pretende acionar a Justiça por conta da acusação do JornaLivre.

Em sua página no Facebook,  Diemenstein afirmou nesta quarta-feira (05) que o site Sul Connection “faz parte da rede de notícias falsas associada ao JornaLivre”.

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Formou uma parceria com um programador e lançou o Indepedente. Acredita que a mudança no mundo está dentro de cada um e trabalha para que seus leitores tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook