Estudantes e Guilherme Boulos (PSOL) convocam manifestações contra Bolsonaro após eleição

0

A frente Povo Sem Medo anunciou atos de “resistência” em São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e outras cidades.

Por Rafael Bruza

Manifestação do Povo Sem Medo no início do ano /
Foto (Mídia Ninja)

O Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal de São Paulo (DCE Unifesp) e o líder do MTST, Guilherme Boulos, que foi candidato do PSOL à Presidência da República este ano, convocaram neste domingo (28) manifestações de “resistência” contra o presidente eleito Jair Bolsonaro, após o resultado das eleições.

Os protestos foram marcados às 17h desta terça-feira (30), na zona do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Encabeçada por Boulos, a frente Povo Sem Medo também anunciou manifestações em Fortaleza (CE), Rio de Janeiro, Recife (PE), Brasília (DF) e Porto Alegre (RS) – veja aqui hora e local destes protestos.

Representando a frente Povo Sem Medo, que também participou das manifestações #EleNão, de mulheres contra Bolsonaro, Guilherme Boulos gravou um vídeo nas redes sociais para anunciar os atos.

“Bolsonaro é uma ameaça real à democracia brasileira. Por isso, já nós próximos dias, vamos contribuir para impulsionar uma frente ampla pela democracia do Brasil com todos aqueles que, neste segundo turno, souberam se colocar do lado certo da história. É importante que aqui se diga e se reafirme: vai ter resistência! Entre a prisão e o exílio, nós escolhemos as ruas”, discursa o representante do PSOL, referindo-se ao discurso em que Bolsonaro se dirige de casa em transmissão ao vivo, no último domingo (21), a apoiadores que realizavam ato na Avenida Paulista. Não ocasião, ele disse que varreria do país e prenderia “os vermelhos”, em referência à militância de esquerda.

O DCE Unifesp convocou manifestação de estudantes no mesmo dia e horário que o ato do Povo Sem medo. A sua vez, a entidade pede organização entre os estudantes.

“Convocamos todos os estudantes para o Ato da Resistência, nesta próxima terça. Mais do que nunca, precisamos nos organizar enquanto estudantes para barrar os avanços ultra-liberais do fascismo de Bolsonaro. A concentração será as 17h no parque trianon, em frente ao Masp. Lá daremos instruções relacionadas à segurança e organização do bloco”, afirma a convocatória.

Vídeo sobre o início do Governo Bolsonaro:

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook