Jair Bolsonaro e João Dória comemoram condenação de Lula

0

Presidenciáveis da direita postam vídeos nas redes sociais parabenizando Moro e tripudiando Lula

Jair Bolsonaro presta continência a Sérgio Moro pela prisão de Lula. O representante da direita liberal-conservadora afirmou que Lula tripudiou e assaltou o Brasil durante oito anos por um projeto de poder.

O pré-candidato à presidência da República, pelo PSC, falou em um vídeo com a bandeira do Brasil ao fundo e um símbolo com faixas verde e amarelas, carregando o seu nome, no canto da tela, como se fosse um presidente da República em um comunicado nacional. Bolsonaro tenta faturar politicamente com a condenação de Lula, que lidera as pesquisas enquanto Bolsonaro empata com Marina Silva em segundo lugar.

João Dória chamou Sérgio Moro de herói e disse que a justiça foi feita. O representante da direita liberal afirmou “para os petistas, lulistas, dilmistas que pensam que podem mentir, usurpar, enganar o povo, a qualquer tempo…olha aí no que deu, nove anos de prisão, e é só a primeira condenação…”

O nome de João Dória passou a ser cogitado como possível candidato do campo liberal à presidência da República, depois que caciques tucanos foram citados em delações da Operação Lava-Jato como beneficiários de esquemas de propina com empreiteiras. Testado na última pesquisa do Datafolha, Dória aparece no mesmo patamar de seu padrinho Geraldo Alckmin, 09%, mas com menos rejeição, 20%, Alckmin, 34%, pelo fato de ser nacionalmente menos conhecido.

Rodrigo Maia busca ocupar o campo liberal. Caso ele assuma o lugar de Temer, o presidente da Câmara será eleito presidente indiretamente e terá palanque e máquina para viabilizar-se como o candidato da direita liberal, com apoio de banqueiros, empresariado e grande mídia, que não confiam na inconsistência e no radicalismo de Bolsonaro. Nesse cenário, Dória poderia ficar pelo caminho.

Jornalista e formado em ciência política pela UNESP, André Henrique já atuou como docente, assessor parlamentar e consultor político, mas é no jornalismo que o sociólogo se realiza profissionalmente, especialmente na editoria de política.

Comente no Facebook