Janaína Paschoal diz que PSDB a pressionou para desistir do Impeachment

0

A advogada se diz decepcionada com os tucanos e declarou que o PSDB fez uma “oposição fake” durante o Governo Dilma.

Por Bruna Pannunzio – Edição Rafael Bruza

Na noite de terça-feira (03), a advogada Janaina Paschoal esteve na manifestação a favor da prisão do ex-presidente Lula em 2ª instância, em São Paulo, onde disse que líderes do PSDB a pressionaram para desistir do pedido de impeachment de Dilma Rousseff.

“Eu sou uma pessoa muito decepcionada com o PSDB. Acho que se o PSDB tivesse sido uma oposição de verdade, eu não precisaria ter sofrido tanto. A oposição do PSDB é fake” declarou. “Na minha cabeça, na hora em que eu aparecesse com o pedido de Impeachment, os grandes nomes do PSDB iam agradecer e apoiar, mas toda a pressão que eles fizeram foi para eu desistir”, disse a advogada.

Tratada como celebridade pelos manifestantes, a advogada falou ao Independente com exclusividade, após discursar no caminhão de som do movimento Nas Ruas, que participou da manifestação de São Paulo.

Ela também declarou que o partido tucano foi contra o pedido de impeachment no início.

“Teve ali um ou outro que apoiou, mas o partido foi contra. Só quando a população abraçou, que não teve como eles fugirem. Então, eu sou uma pessoa muito ressentida com o PSDB, graças a Deus, não tenho ódio de ninguém, mas o ressentimento e a decepção são grandes”.

R$45 mil do PSDB

No início de 2015, Janaína Paschoal recebeu R$ 45 mil do PSDB para fazer um parecer sobre a possibilidade de impeachment de Dilma Rousseff. A advogada foi uma das autoras do pedido de impedimento protocolado na Câmada dos Deputados, em dezembro.

Ao ser questionada sobre o caso, ela demonstrou incômodo.

“Veja bem, já expliquei isso tantas vezes. Está mais do que esclarecido. Se eu fosse homem, ninguém me perguntaria isso. Acho triste uma mulher querer levantar isso de novo. (referindo-se à pergunta da repórter). Esse item foi tão distorcido para me ofender, que reviver isso é só dar munição para quem vive dizendo que fui contratada pelo PSDB, quando, na verdade, precisei pedir o impeachment porque o PSDB, que deveria fazer oposição, não fez”, declarou. “O parecer foi contratado no começo do ano, os impostos foram recolhidos.  O impeachment não tem nada a ver com isso. Homens cobram milhões de honorários e ninguém pergunta nada para eles. Gostaria de entender o porquê”.

O parecer foi contratado no início de 2015 e o pedido de Impeachment protocolado em dezembro daquele ano, período em que ocorreu os fatos explicados pela advogada.

Bruna Pannunzio

Formada em jornalismo pela PUC-SP, Bruna Pannunzio, faz entrevistas especiais para o site e também cuida da parte de Sociedade.
É muito apaixonada pelos temas sociais, tais como drogas, refugiados, entre outros.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook