Parte do prédio era ocupado por facção criminosa, afirma João Dória

0
O ex-prefeito e pré-candidato ao governo de São Paulo, João Dória, em evento da 25ª Agrishow – feira do agronegócio – em Ribeirão Preto, disse à imprensa que o prédio em chamas em São Paulo era ocupado em parte por facções criminosas. 
 
“A solução é evitar as invasões, o prédio foi invadido, e parte dela por uma facção criminosa”, acusou o tucano, sem qualquer indício. Segundo ele, a Prefeitura de São Paulo tentou várias vezes, durante sua gestão, desocupar o prédio que pertencia à Caixa Econômica Federal e abrigar as pessoas em outros imóveis, mas “todas foram rechaçadas com ameaça de violência, porque ali era um centro de distribuição de drogas, além de abrigar famílias em situação de rua”.

No twitter, Dória amenizou o discurso e prestou solidariedade às famílias: “toda solidariedade às famílias e moradores do prédio que desabou nesta madrugada no centro da capital de São Paulo por conta de um grave incêndio”, publicou o tucano, que abandonou a prefeitura de São Paulo, antes de completar a metade do mandato, para se candidatar do governo de São Paulo. 

 

Comente no Facebook