Projeto “Escola sem Partido” avança em Campinas

0

O segundo artigo do projeto ataca a ideologia de gênero, “o poder público não se imiscuirá na orientação sexual dos alunos…” diz

Vereador Tenente Santini – PSD (Campinas)

Tendo como referência o Escola Sem Partido, o vereador Tenente Santini (PSD-Campinas) apresentou um projeto na Câmara Municipal que visa impedir professores de promoverem suas concepções ideológicas em sala de aula.

Para o vereador, “Quero deixar claro que é um debate ideológico, que visa proteger os pais, alunos e professores da lavagem cerebral feita por algumas escolas e professores. Querem empregar um estado socialista, comunista dentro das escolas, e nós já vimos o resultado dos últimos 13 anos da esquerda em nosso país: a maior roubalheira do mundo. Destruição das escolas, alunos batendo em professores, mobilização pela marcha da maconha, incentivo a uma anarquia geral”.

Leia a íntegra da matéria no site Rede Popular (parceiro do Independente): clique aqui

Jornalista e formado em ciência política pela UNESP, André Henrique já atuou como docente, assessor parlamentar e consultor político, mas é no jornalismo que o sociólogo se realiza profissionalmente, especialmente na editoria de política.

Comente no Facebook