PT lança pré-candidatura de Lula à presidência da República em BH

0

Petistas demonstram que irão com Lula até as últimas consequências e radicalizam discurso contra setores do poder judiciário e do ministério público 

Foto: Ricardo Stuckert

O PT lançou a pré-candidatura de Lula à presidência nesta quarta (21), em Belo Horizonte (MG). O partido demonstra que seguirá com o ex-presidente até as últimas conseqüências. Discursou a presidenta do PT e senadora, Gleisi Hoffmann, “ “o país é refém de uma elite que não aceita as melhorias da classe mais pobre, mas o Lula será candidato e continuará essas mudanças. O PT não tem plano B.”

O ex-presidente provocou os adversários, “aprendi a não baixar minha cabeça. Quero dizer pra aqueles que não querem que eu seja candidato: aprendam a lamber suas feridas e permitam que a democracia vença”.

E falou da capacidade de sobrevivência do PT, “quando prenderam Genoíno e Zé Dirceu, nós elegemos o Haddad. Quando acharam que tinham nos destruído elegemos a Dilma e o Pimentel. Toda vez que eles tentam destruir o PT nós nos reerguermos. O problema não é o Lula, são os milhões de Lulas”.

Sobre Deltan Dallagnol, Lula disparou “esse cidadão resolveu jogar lama no PT e foi pra tv mostrar um power point chamando a gente de organização criminosa. Mesmo sem provas”. E sobrou pra TV Globo, “Já tem mais de 35 horas de Jornal Nacional sobre mim. Até o Louro José já tá falando de mim. O que eles não sabiam é que o povo me conhece”.

Lula foi condenado em segunda instância, no TRF-4-, de Porto Alegre, em 24 de janeiro, e ficará inelegível por oito anos. O ex-presidente também poderá ser preso. O petista e seu partido consideram a decisão política e não a respeitam, como deixou claro Lula, em um dos momentos de seu discurso, “não sei o que vai acontecer na Justiça. O que sei é que não respeito essa decisão. Porque do contrário quando minha bisneta crescer ela não vai me respeitar”.

Sobre o processo jurídico em curso, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, foi mais duro nas palavras, “em vez de tanques e fuzis, agora, usam mandatos judiciais que dão aparência de legalidade. São uma crueldade”!

Na quarta-feira (21), pela manhã, Lula esteve no acampamento do MST, Maria da Conceição, em Itatiaçu, com o governador Fernando Pimentel. Os petistas visitaram no mesmo dia a ex-colônia Santa de Isabel, em Betim-MG, com pacientes de hanseníase e familiares que passam por processo de regularização fundiária.

No twitter, Lula publicou “hoje é um dia muito especial. Não é sempre que a gente consegue reunir tanta gente pra discutir uma pré-candidatura. Tive uma experiência maravilhosa no acampamento do MST e depois tive a satisfação de visitar os hansenianos de Betim”. E relembrou conquistas de seu governo para os hansenianos, “eu tenho um imenso orgulho de ter sido o primeiro presidente a receber os hansenianos no Palácio do Planalto, quando assinamos a lei da aposentadoria de vocês”.

Jornalista e formado em ciência política pela UNESP, André Henrique já atuou como docente, assessor parlamentar e consultor político, mas é no jornalismo que o sociólogo se realiza profissionalmente, especialmente na editoria de política.

Comente no Facebook