Raquel Sheherazade adere campanha contra Bolsonaro e revolta seguidores

0

No Twitter, a jornalista do SBT usou a hashtag #elenao e disse que repudia “fascistas”.

Por Rafael Bruza

A jornalista Raquel Sheherazade e o tuíte feito nesta terça-feira (18)

Conhecida pelas críticas a defensores dos Direitos Humanos, a jornalista do SBT, Raquel Sheherazade, gerou revolta em seus seguidores nesta terça-feira (18) ao usar a hashtag #elenao para se posicionar contra a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República.

O tuíte da jornalista também responde declaração do general Hamilton Mourão, candidato à vice na chapa de Bolsonaro, que classificou de “desajustados” os filhos de famílias carentes sem pai nem avô.

“Sou mulher. Crio dois filhos sozinha. Fui criada por minha mãe e minha avó. Não. Não somos criminosas. Somos HEROÍNAS! , disse a jornalista.

Nos últimos dias, milhares de mulheres usaram a hashtag #elenao para se posicionar contra Jair Bolsonaro, considerado machista pelas críticas. A iniciativa faz parte de uma campanha feminista contra a candidatura do militar.

Até às 11h desta terça-feira, cerca de 5 mil tuítes sobre “Sheherazade” colocaram o assunto entre os mais comentados do país.

A maioria dos seguidores da jornalista defende Bolsonaro. Muitos deles disseram que deixaram de segui-la por conta do tuíte. Outros criticaram Sheherazade pela mensagem.

“Você é uma jornalista séria e admiro seu trabalho. Não foi isso que o Mourao quis dizer. Pare de distorcer os fatos e continue a ser imparcial como vc sempre foi. Bjo”, disse um internauta, que foi respondido pela jornalista.

“Pare de se iludir e tentar encobrir todas as atrocidades do seu candidato. Faça um exame de consciência e veja se é esse clima de ódio que vc deseja para o nosso país. Abraços!”, declarou.

Sheherazade respondeu outro internauta que a acusou de defender a “esquerda”.

“Isso. Apoie a esquerda que te massacrou”, disse um internauta, que foi respondido pela jornalista: “Isso não é um apoio aos comunistas. É um repúdio aos fascistas!”.

“Adote um bandido”

Raquel Sheherazade ficou conhecida nacionalmente por fazer comentários contrários aos Direitos Humanos no SBT. O caso mais polêmico ocorreu em 2014 e envolveu um adolescente que foi amarrado nu a um poste e agredido por indivíduos que diziam ser justiceiros. O adolescente havia sido acusado de furto.

A declaração de Sheherazade chegou a virar alvo da Procuradoria Regional da República da 3ª Região (PRR3), que em 2017 exigiu do SBT uma retratação na Justiça em segunda instância, depois que o Tribunal Regional Federal da 3ª Regional (TRF-3) julgou a ação improcedente.

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook