Rodrigo Maia ameaça Michel Temer

0

Rodrigo Maia manda recado ameaçador para o Planalto. Michel Temer precisa da Câmara para sepultar a segunda denúncia da PGR, mantida pelo STF, na quarta (20/09).

Com o presidente da República Michel Temer  fora do país e a segunda denúncia da PGR prestes a pousar na Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia dispara contra o presidente e seu partido.

O presidente da Câmara externou a sua irritação com Temer e lideranças do PMDB que estariam a cortejar dissidentes do PSB. O deputado conta com esses bravos para aumentar a bancada do DEM.

Rodrigo Maia citou um jantar com Temer no qual o presidente teria negado que seu encontro com uma deputada do PSB representava interesse do PMDB no PSB.

Há duas semanas, Romero Jucá, presidente do PMDB, filiou no partido o senador Fernando Bezerra Coelho, ex-PSB.

O STF aprovou a manutenção da denúncia da PGR contra Temer e a mesma deverá ser julgada na Câmara dos Deputados. O tamanho do desgaste político dependerá do andamento das avaliações na Câmara, vai daí o tom de ameaça de Maia.

Ao governo interessa que a denúncia seja rapidamente sepultada pelos parlamentares.

Mas Maia deu o seu recado: “aliados do governo não podem ficar levando facadas nas costas”; e completou: “se é assim que eles querem tratar um aliado, eu não sei o que é ser adversário”, acrescentou.

Como está caro o preço da dúzia de dissidentes do PSB. Haja feira.

Jornalista e formado em ciência política pela UNESP, André Henrique já atuou como docente, assessor parlamentar e consultor político, mas é no jornalismo que o sociólogo se realiza profissionalmente, especialmente na editoria de política.

Comente no Facebook